Categoria: Rius

Uma Breve História das Ideias

Nos mais singelos actos do quotidiano estão escondidos muitos séculos de história da humanidade. Tente imaginar quantas pessoas estarão por detrás do simples acto de acender a luz. Serão dezenas, centenas, milhares? E para hoje termos oportunidade de usufruir de tal tecnologia, quantos não participaram, no passado, directa ou indirectamente no desenvolvimento tecnológico? O nosso meio ambiente, tal como as nossas ideias, são hoje resultado de uma enorme herança deixada pelos nossos antepassados.

Façamos agora uma breve caminhada pela Nossa longa história das ideias:

(mais…)

Anúncios

Marx para principiantes

O grupo deste blog escolheu o Anti-Dühring para ler, mas claro que nunca estaremos limitados à leitura de uma só obra, e individualmente acabamos por nos perder por outros livros ou artigos pela net ou imprensa fora.

Ora, nestes dias enquanto era montado o blog, li um livro de Rius chamado: Marx para principiantes. Rius com este livro propôs-se a resumir, com enorme humor, a teoria de Marx em banda desenhada: “um sacrilégio”.

O livro começa por resumir o percurso de vida de Marx, faz de seguida um resumo da história da filosofia, e termina expondo o essencial da teoria de Marx.

E é mais ou menos assim que Rius nos conta a historia da vida do Carlos:

Quem foi Karl Marx?

Carlos Marx foi um filósofo judeu-alemão que viveu entre 1818 e 1883. É acusado de ser o “inventor” do Comunismo: portanto, o anti-cristo!.

O velho cabeludo tinha montes de interesse, não fosse ele ter algo a dizer a toda a gente: não houve qualquer mudança importante nos últimos cem anos que não devesse alguma coisa à influência do camarada Carlos…

Economia, literatura, viagens espaciais, artes, história, relações humanas, o Vaticano, os sindicatos, revoluções mudanças sociais, educação, medicina, indústria, agricultura, jornalismo… em toda a parte encontramos um ou dois cabelos de Karl Marx. Afinal, cabelo não lhe faltava.

A sua influencia é tal, que hoje divide-se a opinião sobre ele: ou se adora, ou se odeia. Sim, ainda hoje há quem queira manda-lo para a cova. (mais…)