Etiqueta: Renascimento

Uma Breve História das Ideias

Nos mais singelos actos do quotidiano estão escondidos muitos séculos de história da humanidade. Tente imaginar quantas pessoas estarão por detrás do simples acto de acender a luz. Serão dezenas, centenas, milhares? E para hoje termos oportunidade de usufruir de tal tecnologia, quantos não participaram, no passado, directa ou indirectamente no desenvolvimento tecnológico? O nosso meio ambiente, tal como as nossas ideias, são hoje resultado de uma enorme herança deixada pelos nossos antepassados.

Façamos agora uma breve caminhada pela Nossa longa história das ideias:

(mais…)

Anúncios

O Principe, de Nicolau Maquiavel

¸

Nicolau Maquiavel (1469-1527) escreveu O Príncipe em 1513. Vivia-se uma fase de transição do feudalismo para o capitalismo, o Renascimento. Em França e Espanha existia já o Estado-nação, mas em Itália permanecia ainda as cidades-Estado, que se encontravam em grande instabilidade política.

Interessado numa estabilização política e na unificação de Itália, o livro foi escrito como manual na arte de bem governar para a conquista e a manutenção do Poder por um chefe de Estado, e ofereceu-o a Lourenço de Médici – soberano de Florença.

O Príncipe distingue-se por ter sido a primeira obra que descreve a política como é, e não como deveria ser, ou por outras palavras, materialista e não idealista. A História é obra dos homens, e numa concepção laica, Maquiavel separa a moral religiosa da moral política, Deus e o Homem. Torna-se assim um dos primeiros cientistas políticos e um dos “pais” da ciência política.

Como estou a ler O Príncipe, sempre que me for possível, deixarei algumas notas aqui no blogue sobre o livro. Sintam-se à vontade para as comentar.
¸
Ligações:
O livro em html e pdf
Página da Wikipédia

Adenda

Importante ler na caixa de comentários o que Leandro Arndt escreveu.

¸