Materialismo Dialéctico: uma introdução (1)

Este é o primeiro de dois posts com o objectivo de ajudar à introdução sobre o Materialismo Dialéctico. Para isso traduzi e adaptei o artigo correspondeste do Wikipédia. Eles serão úteis para melhor compreensão das inserções futuras sobre os capítulos «Quantidade e Qualidade» e «Negação da Negação» de Anti-Düring.

A origem do termo

Materialismo dialéctico foi cunhado em 1887 por Joseph Dietzgen, um socialista curtidor que correspondeu com Marx durante e após o fracasso da Revolução Alemã de 1848. O termo é casualmente mencionado em Frederish Engels de Kautsky, escrito no mesmo ano. Marx falou da “concepção materialista da história”, na qual posteriormente foi referida por Engels como “materialismo histórico” – não “materialismo dialéctico” – em a Dialéctica da Natureza, em 1883. Georgi Plekhanov, o pai do marxismo russo, depois introduziu o termo materialismo dialéctico na literatura marxista. O termo não foi acoplado pelo próprio Marx, e refere-se à combinação dialéctica e materialismo.

Materialismo dialéctico é a filosofia de Karl Marx que formulou ao tomar a dialéctica de Hegel e interliga-lo com o Materialismo de Feuerback, extraindo dai o conceito de progresso a partir do contraditório, interagindo forças chamadas de tese e antítese, culminando a determinado ponto lugar à síntese. Aplicando-a à história do desenvolvimento social, dela emanam essencialmente um conceito revolucionário de mudança social.

Sobre o idealismo dialéctico de Hegel

Materialismo dialéctico é essencialmente caracterizado pela tese de que a história é produto da luta de classes e segue o princípio geral da filosofia da história de Hegel, que é o desenvolvimento da tese em sua antítese, que é negada pela “Aufhebung” – que conserva a tese e antítese o ao mesmo tempo que a abole. (Aufheben – esta contradição explica as dificuldades do pensamento de Hegel).  A dialética hegeliana tem como objectivo explicar o crescimento e o desenvolvimento da história humana. Ele considerou que a Verdade era produto da história e atravessava por vários momentos, incluindo o momento do erro, como erro ou também como negatividade, é parte do desenvolvimento da verdade. O materialismo dialéctico de Marx considera, ao contrário do idealismo de Hegel, que a história não é produto do Espírito (Geist ou também Zeitgeist – o “Espírito do Tempo”), mas efeito material da luta de classes na sociedade. Teoricamente, portanto, tem as suas raízes na materialidade da existência social.

Aspectos do materialismo dialéctico

Materialismo dialéctico provém de dois importantes aspectos da filosofia de Marx. Uma delas é a sua transformação da compreensão idealista da dialética de Hegel em uma materialista, geralmente designado por ele ele como “pondo a dialéctica hegeliana de volta ao bom caminho”. O outro é a ideia nuclear de que “a história de toda sociedade existente até agora é a história das lutas classe” como se afirma no Manifesto Comunista, em 1848.

Marxismo é baseado na convicção científica de que tudo pode ser explicado unicamente pela Matéria. Este qualifica o marxismo como uma filosofia fundamentalmente materialista. De acordo com o materialismo, a matéria é explicação para o espaço, natureza, o homem, consciência psíquica, inteligência humana, sociedade, história e todos os outros aspectos da existência. Marxismo atribui a tarefa de saber toda a verdade para a ciência. Se ciência pode ficar a conhecer tudo sobre a Matéria, então ele pode ficar a conhecer a respeito de tudo. Conclusiva, a matéria é aceite como princípio e fim de toda realidade. A soberania da Matéria em determinar o curso da natureza é uma parte vital do pensamento marxista, e separa materialismo dialéctico do método dialéctico idealista de Hegel.

O próximo post, que concluirá esta introdução, será sobre as Leis da Dialéctica.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s